regina@cryptoid.com.br

Estamos em novo endereço. Encontre-nos lá!

Faça parte desse projeto você também!

Conteúdo

O objetivo desse Blog é apresentar essa fantástica e importante tecnologia, de forma simples, para que pessoas que não dominam aspectos técnicos também possam acompanhar a evolução da adoção da Certificação Digital e o universo que gira ao seu redor:

Certificado Digital para Assinatura e Sigilo, Certificado de Atributo, Carimbo do Tempo, Documentos Eletrônicos, Processos Eletrônicos, Nota Fical Eletrônica, TV Digital, Smart Card, Token, Assinador de Documento, Gerenciador de Identidades etc..

Este Blog publica matérias e artigos extraídos da mídia que expressam a opinião dos respectivos autores e artigos escritos por mim que expressam, exclusivamente, minha opinião pessoal sem vínculo a nenhuma organização.

Matérias organizadas por data de publicação

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Integrar várias unidades: Só com um prontuário online.

Integrar várias unidades: Só com um prontuário online.

Por: Leonardo Alves em
Prontuário eletrônico online

Uma das principais características de um prontuário online (conforme definição) é estar disponível em qualquer lugar. Acontece que muitos colegas médicos trabalham em consultórios de endereços diferentes e a prática mostra que pedir aos pacientes para só consultarem no consultório A (onde a ficha dele está) e não no B não funciona; ele entende que o importante é encontrar o médico para ser atendido e que ele lembrará “todas as informações que ele já forneceu”.

Não que o médico esteja interessado em acessar o prontuário do paciente de sua casa ou na praia, definitivamente, não é isso. Mas acessar as informações do paciente de qualquer lugar através de um computador ligado na internet (via nevegador: Firefox, Internet Explorer, Chrome, Safari e outros) proporciona grandes facilidades. Além dos médicos, planos de saúde, prefeituras, hospitais e clínicas podem se beneficiar da integração e de um prontuário médico único e acessível em todos os consultórios.


Sincronização off-line gera trabalho:

Alguns sistemas médicos off-line oferecem sincronização das informações, tarefa que gera custos e trabalho ao médico: Imagine: você está no consultório A e ao final do dia (já cansado), faz a exportação gerando um arquivo; exporta-o enviando o arquivo dos atendimentos realizados para um servidor; aguarda a exportação. No outro dia, no consultório B, (antes de começar a atender), você faz o download, baixando o arquivo das informações para o computador e reinicia o sistema. Só depois começa a atender a sua agenda. Cinco “pequenos” passos que não estava na rotina médica de: “atender ao meu paciente”. Pense nisso em todos os dias do ano...

O objetivo é facilitar e não complicar:

Um sistema médico, um prontuário eletrônico, deve pensar em reduzir o trabalho do médico. Tecnologia e informática só trazem benefícios se não gerarem trabalho ou mudarem a rotina do dia-a-dia do médico ou, até mesmo, melhorá-la. A sincronização, por si, é uma funcionalidade que funciona mais como tarefa para o médico. Um prontuário online onde a sincronização automática é uma característica (natural) do sistema não gera trabalho. Isso é fundamental. Fato semelhante ocorre com o back-up manual necessário em prontuários off-line, puramente eletrônico.