regina@cryptoid.com.br

Estamos em novo endereço. Encontre-nos lá!

Faça parte desse projeto você também!

Conteúdo

O objetivo desse Blog é apresentar essa fantástica e importante tecnologia, de forma simples, para que pessoas que não dominam aspectos técnicos também possam acompanhar a evolução da adoção da Certificação Digital e o universo que gira ao seu redor:

Certificado Digital para Assinatura e Sigilo, Certificado de Atributo, Carimbo do Tempo, Documentos Eletrônicos, Processos Eletrônicos, Nota Fical Eletrônica, TV Digital, Smart Card, Token, Assinador de Documento, Gerenciador de Identidades etc..

Este Blog publica matérias e artigos extraídos da mídia que expressam a opinião dos respectivos autores e artigos escritos por mim que expressam, exclusivamente, minha opinião pessoal sem vínculo a nenhuma organização.

Matérias organizadas por data de publicação

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Fotônica

  • Figura Natureza de Jonathan C. F. Matthews
  • Mark G. Thompson

por Ademilson G. Barbosa

A Fotônica é a ciência da geração, controle e detecção de fótons. A fotônica surge como resultado dos primeiros semicondutores emissores de luz inventados a princípios de 1960 em General Electric, MIT Lincoln Laboratory, IBM, e RCA e viabilizados na prática por Zhores Alferov e Dmitri Z. Garbuzov e colaboradores que trabalhavam no Ioffe Physico-Technical Institute e quase simultâneamente PorIzuo Hayashi e Mort Panish que trabalhavam nos Bell Telephone Laboratories.

Da mesma maneira que as aplicações da eletrônica ampliaram-se de maneira forte desde que o primeiro transistor fora inventado em 1948, as novas aplicações particulares da fotônica seguem aparecendo. Aquelas das quais se consideram aplicações consolidadas e economicamente importantes dos dispositivos fotônicos de semicondutores que incluem: armazenamento óptico de dados, telecomunicações por fibra óptica, impressora a laser (baseada em xerografia), visualizadores e bombeamento óptico a lasers de alta potência. As aplicações potenciais da fotônica são virtualmente ilimitadas e incluem: síntese química, diagnóstico médico, comunicação de dados on-chip, defesa com armas a laser e obtenção de energia através da fusão, entre outras aplicações interessantes.

Aplicações da fotônica são inúmeras. Incluem-se todas as áreas da vida quotidiana com a ciência mais avançada, por exemplo, detecção de luz, telecomunicações, processamento de informações, iluminação, metrologia, holografia de espectroscopia, medicina (cirurgia, correção da visão, endoscopia, vigilância da saúde), tecnologia militar, processamento de materiais a laser, arte visual, biofotônica, a agricultura, e robótica.

Assim como as aplicações da eletrônica se expandiram drasticamente desde o primeiro transistor que foi inventado em 1948, as aplicações de fotônica continuam a surgir.

Veja abaixo algumas aplicações:

Equipamentos: scanner de código de barra, impressoras, CD / DVD / dispositivos Blu-ray, dispositivos de controle remoto; Telecomunicações: comunicações ópticas, fibra óptica para baixo conversor de microondas;

Medicina: correção de deficiência visual, cirurgia a laser, endoscopia cirúrgica, remoção de tatuagem;

Industrial de fabricação: o uso de lasers para soldagem, perfuração, corte, e vários métodos de modificação de superfícies; Construção: O laser de nivelamento, telêmetro laser, estruturas inteligentes;

Aviação: giroscópios fotônicos sem partes móveis;

Militar: sensores infravermelhos, comando e controle, pesquisa, navegação e salvamento, colocação de minas e detecção; Entretenimento: shows de laser, efeitos de raio, a arte holográfica;

Metrologia: medidas de tempo e frequência, telêmetro;

Computação Fotônica: distribuição de relógio e de comunicação entre computadores, placas de circuito impresso, ou dentro de circuitos integrados optoeletrônicos; No futuro: a computação quântica.


por: Ademilson G. Barbosa

Arquivado no curso de Engenharia de Telecomunicações na FACIT




Fonte: http://www.ebah.com.br