regina@cryptoid.com.br

Estamos em novo endereço. Encontre-nos lá!

Faça parte desse projeto você também!

Conteúdo

O objetivo desse Blog é apresentar essa fantástica e importante tecnologia, de forma simples, para que pessoas que não dominam aspectos técnicos também possam acompanhar a evolução da adoção da Certificação Digital e o universo que gira ao seu redor:

Certificado Digital para Assinatura e Sigilo, Certificado de Atributo, Carimbo do Tempo, Documentos Eletrônicos, Processos Eletrônicos, Nota Fical Eletrônica, TV Digital, Smart Card, Token, Assinador de Documento, Gerenciador de Identidades etc..

Este Blog publica matérias e artigos extraídos da mídia que expressam a opinião dos respectivos autores e artigos escritos por mim que expressam, exclusivamente, minha opinião pessoal sem vínculo a nenhuma organização.

Matérias organizadas por data de publicação

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

68% do Parcelamento do IPVA é feito pela Internet com Certificado Digital

Comodidade na hora de pagar dívida

Segundo levantamento feito pela Secretaria da Fazenda (SEFAZ), 68% do parcelamento pela internet é de IPVA e quase 32% de ICMS. 

O e-parcelamento, sistema de parcelamento eletrônico, foi implantado em maio de 2012. Desde então, mais de mil contribuintes aderiram ao serviço fazendo de forma on-line o parcelamento de seus débitos que somou um total de mais de 58 milhões de reais. 

O sistema de e-parcelamento está disponível no site www.sefaz.go.gov.br. Podem ser parcelados ICMS, IPVA e ITCD. Sendo que para o ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadoria e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação) e o ITCD (Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação) é necessário utilizar Certificação Digital, que pode ser obtida por meio de autoridade certificadora credenciada pela Infraestrutura de Chaves Pública(ICP). 

A Certificação Digital possibilita que o próprio contribuinte faça o pedido de parcelamento e envie para a Secretaria com Assinatura Eletrônica. Ela é uma tecnologia que propicia confidencialidade, integração às informações eletrônicas e autenticidade. 

De acordo com dados da SEFAZ, os parcelamentos de dívidas em atraso oriundas de ação fiscal para ICMS podem chegar até 60 meses, conforme critérios pré-estabelecidos. Para IPVA pode-se parcelar até 12 vezes, desde que o valor da parcela seja igual ou superior a R$ 70,00. Para ITCD o prazo pode se estender até no máximo 48 parcelas, sendo que cada deve ter valor igual ou superior a R$ 300,00.

Fonte:  

DIÁRIO DA MANHÃ
DENISE RASMUSSEN