regina@cryptoid.com.br

Estamos em novo endereço. Encontre-nos lá!

Faça parte desse projeto você também!

Conteúdo

O objetivo desse Blog é apresentar essa fantástica e importante tecnologia, de forma simples, para que pessoas que não dominam aspectos técnicos também possam acompanhar a evolução da adoção da Certificação Digital e o universo que gira ao seu redor:

Certificado Digital para Assinatura e Sigilo, Certificado de Atributo, Carimbo do Tempo, Documentos Eletrônicos, Processos Eletrônicos, Nota Fical Eletrônica, TV Digital, Smart Card, Token, Assinador de Documento, Gerenciador de Identidades etc..

Este Blog publica matérias e artigos extraídos da mídia que expressam a opinião dos respectivos autores e artigos escritos por mim que expressam, exclusivamente, minha opinião pessoal sem vínculo a nenhuma organização.

Matérias organizadas por data de publicação

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Em Alto-Mar

Certisign oferece diploma digital
MENOS PAPEL
Certisign oferece diploma digital
Por Juliana de Brito / Sexta, 22/02/2013 19:12
Certisign, empresa brasileira de certificação digital, investiu em torno de US$ 1,5 milhão no sistema de serviços em nuvem Portal de Assinaturas.
  A plataforma permite a pessoas e empresas assinarem documentos eletronicamente. O projeto abrange diversas áreas, como advogados, imobiliárias e bancos. Recentemente, instituições de ensino também  enxergaram necessidade de utilizar o serviço.
Os alunos da primeira turma de formandos de pós-graduação do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo terão uma versão de seus diplomas também de forma eletrônica. 
Segundo Regina Tupinambá, Diretora Comercial na Certisign, as universidades prezam pelo seu nome e começam a utilizar a tecnologia a seu favor para protegerem-se de fraudes e por isso procuraram a 

A instituição de São Paulo tem agora uma sessão própria, hospedada no site da certificadora, para que seus alunos acessem seus diplomas digitais por meio de um código de validação e verificação 
Regina cita que esse código pode ser informado pelo aluno para que terceiros acessem seu diploma, como em entrevistas de emprego ou em concursos 
“A assinatura eletrônica substitui a assinatura manuscrita e, por lei, tem a mesma validade jurídica. Não somos contra o diploma impresso, mas queremos um mundo melhor, com menos papel”, dia. A Certisign utiliza os Certificados Digitais da ICP-Brasil – um conjunto de técnicas, práticas e procedimentos elaborado para suportar um sistema criptográfico.
USP também anunciou recentemente a solução do diploma digital, mas não irá substituir pelo de papel, apenas acrescentar. Assim, a instituição espera reduzir o tempo de emissão dos 
A diretora, há 14 anos na empresa que é considerada a primeira a realizar este trabalho no Brasil, afirma que o movimento no Portal e a iniciativa das instituições é 
“Por enquanto, não estamos prospectando, as universidades chegaram até nós por iniciativa própria, mas esperamos que todas pessoas comecem a usar a certificação digital a partir de uma mudança de hábito”, acredita.
Apesar da opinião de que a adesão por parte do “usuário final” ainda vai demorar, Regina aponta como forte arma da Certisign as questões sustentáveis, como a redução do uso do papel e da emissão de CO².
COMO FUNCIONA  
 Portal de Assinaturas Certisign, o usuário faz o upload de documentos e encaminha para a assinatura dos signatários indicados pelo administrador. A plataforma dispara automaticamente um e-mail para os contatos previstos assinarem o documento usando seu Certificado Digital ICP-Brasil. 
Um pacote com cinco documentos (dez assinaturas) tem o custo é de R$ 54, mas a partir de cem assinaturas os valores são negociáveis.
Para saber se uma assinatura digital é válida, o usuário precisa clicar no ícone de verificação de assinatura quando o documento eletrônico estiver aberto.
NAVENGANDO NO MARKETING
A Certisign encontrou uma forma diferente de fazer marketing de seu portal. A empresa utilizará a imagem do velejador Beto Pandiani para assinar um contrato de patrocínio em alto-mar com a intenção de mostrar as facilidades do sistema, revelou Regina. 
Pandiani, que navega ao lado de Igor Bely, vai cruzar o Atlântico Sul a bordo de um catamarã sem cabine depois que conseguiu atingir  R$ 150 mil em crowdfunding. Entre seus equipamentos, está um computador blindado blindado à prova de choque e água da Semp Toshiba.